quinta-feira, 12 de julho de 2012



é uma pena
e também uma dor quase sem fim
mas não somos capazes de
domesticar o tempo
essa cobra de vidro que rasteja
sem pingar veneno
concentrando-lhe todo e letal

flecha que cruza azul
os hemisférios do teu corpo.

Nenhum comentário: