segunda-feira, 14 de maio de 2012




Caminha Rua da Praia
e "oi, tu tens aquele título?"
tropeça Riachuelo
e desce a Rua da Ladeira
da tua garganta.

Uma e quinze o trabalho começando
paciente ansioso
na sala de espera
Weber, Durkheim, Deleuze
e a tua cintura se dobrando
nas minhas pernas.

Foucault, Hegel, Heidegger
a dialética, o ser e o tempo
do teu chá quase fervendo.

Lacan segunda prateleira, Sponville na primeira,
um claro enigma já dentro da minha bolsa
e o brilho dos teus olhos
anunciando os pássaros logo cedo.

Mas corre
te concentra
não perde o ponto, rapaz.
-Rita Kehl e as crônicas do quê?
perguntam enquanto eu só penso
nas manchetes do teu nome.


Um comentário:

Cínthya Verri disse...

Estudânticooooo <3
mais Lindo do universo