terça-feira, 1 de novembro de 2011

Exercício sobre a saudade n.3


Pensei que a página em branco
restasse como reduto último
de meu encontro.
Engano.
Ela não dobra teu
leque de cores.

Ocupastes tanto a entrada como a saída
a varanda e o pátio
o porão e o sótão

Mudei a cama de lugar
durmo nos corredores.


Nenhum comentário: