terça-feira, 15 de fevereiro de 2011


Arte de Francis Bacon

Lorenzo Ganzo Galarça

Em minha sala
dentro do apartamento
arremesso breves punhados de calcário
que vão cobrindo toda
superfície dos móveis.

Uma criança que
faz concha com as mãos
para pegar água
e atiçar o fogo.

Ofereço migalhas à vida
como se quisesse disciplinar
cada pássaro de minha terra.

Acostumá-los a pouca fome
de um quarto sem cama.

Ensiná-los a simetria exata
de um cachorro manco.

Nenhuma porta se fecha
antes de ter sido
arrombada por dentro.

3 comentários:

Nathalia Rech disse...

esse final tá *foda demaismais. emocionante.

simone gallego disse...

Vc é um escritor incrível!
Completamente apaixonada por sua escrita!

Abração!

simone

Lucho disse...

Muito obrigado!!!