domingo, 25 de maio de 2008

Corpo Nú

Doce céu e lua cobrem de um veludo escuro
o corpo nú adormecido sobre a cama.

Seu cabelo moreno esconde em parte
seu enigmático rosto.

Seu seio é apalpado pela noite
e seu sexo, violado pelo luar.

As curvas de seus braços e pernas
pintam palavras suaves pelos ares.

Seu corpo é musica, cantada por anjos
apaixonados.

Sua respiração é educada e simples.

Ela está bem.
Está serena como a lua,
Livre como as gaivotas e
linda como um Deus.


Lorenzo G.G.

Nenhum comentário: